O movimento romântico O movimento romântico COUTINHO, Afrânio. A Literatura no Brasil: Era Romântica. São Paulo: Global, 2004. (p. 04-36)  Oposição à poética neoclássica setecentista; Estética mundialmente unificada; Predomina um espírito inconformista em relação ao intelectualismo e ao convencionalismo clássicos; A imaginação e a sensibilidade aos poucos ocupa o lugar que era ocupado pela razão; A noção de natureza e seus corolários; Mudança de foco de irradiação para a França e Inglaterra; Ressureição de contos medievais (Alemanha); A unidade vem de uma mesma concepção da poesia como conhecimento da realidade mais profunda por intermédio da imaginação. Origens e definição  Estado de alma romântico: o romântico é entusiasta, colorido, emocional e apaixonado. Movimento ou escola literária: busca-se a satisfação na natureza, no regional, no pitoresco, selvagem, procurando pela imaginação escapar do mundo real para um passado remoto ou para lugares distantes ou fantasiosos. Seu impulso é a fé, sua norma a liberdade, suas fontes são a inspiração e a alma, o inconsciente, a emoção e a paixão. Romântico  Individualismo e subjetivismo; Ilogismo; Senso do mistério; Escapismo; Reformismo; Sonho; Fé; Culto da natureza; Retorno ao passado; Pitoresco; Exagero; Características gerais do Romantismo  O Romantismo começa a se opor a ideia de fixidez dos Gêneros Literários; Apresentando a possibilidade de mistura, evolução, transformação, desaparecimento dos gêneros, seu enriquecimento ou esclerose, o nascimento de novos, a concomitância de diversos numa só obra; O romantismo reduz a poesia ao lirismo, como forma natural e primitiva, oriunda da sensibilidade e da imaginação individuais; Criação do romance. O problema dos Gêneros  Adaptou-se à situação local; Assumiu um feitio particular, com caracteres especiais e traços próprios ao lado de elementos gerais que o filiam ao movimento europeu; Autonomia de sua tonalidade nacional, de suas formas e temas, e na autoconsciência técnica e crítica dessa autonomia; Gênese de uma literatura que atingia sua independência; José de Alencar – o patriarca da literatura brasileira. Adaptação dos moldes estrangeiros; Romantismo no Brasil  Defende motivos e temas brasileiros; Linguagem brasileira; Natureza e paisagem física e social brasileiras; Enquadramento da região e do regionalismo na literatura brasileira; Criação da ficção brasileira; Conquista de um nativismo de emoção e motivos;  Influência estrangeira, política e literária; Focos culturais: Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo; Influências de sociedades secretas ou literárias na orientação do pensamento e da ação; Estímulos dos apelos de nacionalização da literatura: Ferdinand Denis e Almeida Garrett; Contato com os grandes centros: pelo jornalismo e pela tradução; Importância da oratória; Aqui nasce o germe da independência intelectual do Brasil; Período híbrido; Pré-romantismo  Romantismo  Tendências contraditórias; Conservadorismo x marcha deliberada para uma nova estética; Poesia religiosa e mística; Nacionalismo; Lusofobia; Influência inglesa e francesa: novos temas, nova sensibilidade; Esboça-se a ficção; O gênero preferido é a poesia lírica. Primeiro Grupo  Formam um grupo bem caracterizado e diverso do anterior; Predominam a descrição da natureza, panteísmo, a idealização do selvagem, indianismo; Gêneros mais cultivados: poesia lírica e narrativa, ficção, teatro, crítica, história, jornalismo. Segundo Grupo  Individualismo e subjetivismo, dúvida, desilusão, cinismo e negativismo boêmio, “mal do século”, poesia byronista ou satânica; A ficção se consolida com Alencar, Macedo, Bernardo Guimarães, Franklin Távora; Predomina o indianismo, sertanismo, regionalismo, usando matéria local e ambiente nativo; Surge a ficção histórica; Acentua-se a variedade urbana; Gêneros cultivados: poesia lírica, ficção, crítica, além de história e jornalismo. Terceiro Grupo  Romantismo liberal e social; Temática político-social, ligada às lutas abolicionistas e pela Guerra do Paraguai; Poesia lírica: lirismo intimista e amoroso; Poesia Condoreira; Já apresenta traços de transição para o realismo; A ficção supera a formula romântica e se encaminha para o Realismo. Quarto Grupo  Gêneros literários; Autonomia da Literatura Brasileira; Criação da ficção brasileira; A crítica e as ideias literárias; Linguagem; Constituição da carreira literária; Ideia hegeliana da missão civilizadora do escritor (p. 29); Ampliação do público leitor de literatura. Significado e legado  Responda as questões abaixo sobre o Romantismo: 1) Por que se pode dizer que o Romantismo é um “estilo de época traduzido num estilo de vida e de arte”? 2) Como se manifesta no Romantismo a dicotomia razão x emoção? 3) O medievalismo romântico mostrou-se no Brasil? Como? 4) Delineie suscintamente o panorama histórico no Brasil do início do século XIX e o que ele tem a ver com as manifestações românticas em nosso país? 5) Descreva o que você entende por indianismo? Exercícios 
Please download to view
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
...

O movimento romântico

by carolina-gomes

on

Report

Category:

Education

Download: 0

Comment: 0

656

views

Comments

Description

Download O movimento romântico

Transcript

O movimento romântico O movimento romântico COUTINHO, Afrânio. A Literatura no Brasil: Era Romântica. São Paulo: Global, 2004. (p. 04-36)  Oposição à poética neoclássica setecentista; Estética mundialmente unificada; Predomina um espírito inconformista em relação ao intelectualismo e ao convencionalismo clássicos; A imaginação e a sensibilidade aos poucos ocupa o lugar que era ocupado pela razão; A noção de natureza e seus corolários; Mudança de foco de irradiação para a França e Inglaterra; Ressureição de contos medievais (Alemanha); A unidade vem de uma mesma concepção da poesia como conhecimento da realidade mais profunda por intermédio da imaginação. Origens e definição  Estado de alma romântico: o romântico é entusiasta, colorido, emocional e apaixonado. Movimento ou escola literária: busca-se a satisfação na natureza, no regional, no pitoresco, selvagem, procurando pela imaginação escapar do mundo real para um passado remoto ou para lugares distantes ou fantasiosos. Seu impulso é a fé, sua norma a liberdade, suas fontes são a inspiração e a alma, o inconsciente, a emoção e a paixão. Romântico  Individualismo e subjetivismo; Ilogismo; Senso do mistério; Escapismo; Reformismo; Sonho; Fé; Culto da natureza; Retorno ao passado; Pitoresco; Exagero; Características gerais do Romantismo  O Romantismo começa a se opor a ideia de fixidez dos Gêneros Literários; Apresentando a possibilidade de mistura, evolução, transformação, desaparecimento dos gêneros, seu enriquecimento ou esclerose, o nascimento de novos, a concomitância de diversos numa só obra; O romantismo reduz a poesia ao lirismo, como forma natural e primitiva, oriunda da sensibilidade e da imaginação individuais; Criação do romance. O problema dos Gêneros  Adaptou-se à situação local; Assumiu um feitio particular, com caracteres especiais e traços próprios ao lado de elementos gerais que o filiam ao movimento europeu; Autonomia de sua tonalidade nacional, de suas formas e temas, e na autoconsciência técnica e crítica dessa autonomia; Gênese de uma literatura que atingia sua independência; José de Alencar – o patriarca da literatura brasileira. Adaptação dos moldes estrangeiros; Romantismo no Brasil  Defende motivos e temas brasileiros; Linguagem brasileira; Natureza e paisagem física e social brasileiras; Enquadramento da região e do regionalismo na literatura brasileira; Criação da ficção brasileira; Conquista de um nativismo de emoção e motivos;  Influência estrangeira, política e literária; Focos culturais: Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo; Influências de sociedades secretas ou literárias na orientação do pensamento e da ação; Estímulos dos apelos de nacionalização da literatura: Ferdinand Denis e Almeida Garrett; Contato com os grandes centros: pelo jornalismo e pela tradução; Importância da oratória; Aqui nasce o germe da independência intelectual do Brasil; Período híbrido; Pré-romantismo  Romantismo  Tendências contraditórias; Conservadorismo x marcha deliberada para uma nova estética; Poesia religiosa e mística; Nacionalismo; Lusofobia; Influência inglesa e francesa: novos temas, nova sensibilidade; Esboça-se a ficção; O gênero preferido é a poesia lírica. Primeiro Grupo  Formam um grupo bem caracterizado e diverso do anterior; Predominam a descrição da natureza, panteísmo, a idealização do selvagem, indianismo; Gêneros mais cultivados: poesia lírica e narrativa, ficção, teatro, crítica, história, jornalismo. Segundo Grupo  Individualismo e subjetivismo, dúvida, desilusão, cinismo e negativismo boêmio, “mal do século”, poesia byronista ou satânica; A ficção se consolida com Alencar, Macedo, Bernardo Guimarães, Franklin Távora; Predomina o indianismo, sertanismo, regionalismo, usando matéria local e ambiente nativo; Surge a ficção histórica; Acentua-se a variedade urbana; Gêneros cultivados: poesia lírica, ficção, crítica, além de história e jornalismo. Terceiro Grupo  Romantismo liberal e social; Temática político-social, ligada às lutas abolicionistas e pela Guerra do Paraguai; Poesia lírica: lirismo intimista e amoroso; Poesia Condoreira; Já apresenta traços de transição para o realismo; A ficção supera a formula romântica e se encaminha para o Realismo. Quarto Grupo  Gêneros literários; Autonomia da Literatura Brasileira; Criação da ficção brasileira; A crítica e as ideias literárias; Linguagem; Constituição da carreira literária; Ideia hegeliana da missão civilizadora do escritor (p. 29); Ampliação do público leitor de literatura. Significado e legado  Responda as questões abaixo sobre o Romantismo: 1) Por que se pode dizer que o Romantismo é um “estilo de época traduzido num estilo de vida e de arte”? 2) Como se manifesta no Romantismo a dicotomia razão x emoção? 3) O medievalismo romântico mostrou-se no Brasil? Como? 4) Delineie suscintamente o panorama histórico no Brasil do início do século XIX e o que ele tem a ver com as manifestações românticas em nosso país? 5) Descreva o que você entende por indianismo? Exercícios 
Fly UP